Uso do WhatsApp na indústria farmacêutica: quais são as regras?

Sumário

Considerando se tratar de um dos aplicativos de mensagens mais populares da atualidade, a liberação do uso do WhatsApp na indústria farmacêutica pode trazer ganhos e benefícios para o segmento.

Em 2021, a partir de 27 de janeiro, o aplicativo decidiu liberar a integração da API para alguns negócios da área, desde que respeitadas as condições estabelecidas em sua Política de Negócios. As empresas não podem vender nem promover a venda de drogas ilegais, recreativas ou sujeitas a prescrição médica.

Neste post, vamos apresentar as políticas de uso do WhatsApp para atividades comerciais e analisar a quem se aplica as novas regras dentro da indústria farmacêutica. Continue lendo e veja como se adequar às restrições impostas!

Quais são as políticas comerciais do WhatsApp?

Para iniciar qualquer atividade comercial no aplicativo de mensagens, a empresa deve antes conhecer suas políticas, independentemente do segmento. Existem especificidades e considerações que devem ser cuidadosamente observadas antes de colocar o aplicativo em uso.

Falaremos das restrições para a área farmacêutica adiante, mas desde já é importante atentar para esses critérios de utilização da ferramenta:

  • autorização de contato com usuários — qualquer tipo de contato realizado com usuários — prospects e clientes — deve ter autorização prévia dos titulares, assim como o fornecimento dos dados;
  • privacidade de dados — quem pretende comercializar será responsável pelo fornecimento das informações que se aplicam às vendas, ou seja, pelos termos de privacidade e outros relacionados às interações com os usuários;
  • transações financeiras — nenhum acordo em relação a pagamentos será de responsabilidade do aplicativo, seja para recebimento, seja para mediação de vendas;
  • tributações — todas as operações que envolvem tributações relacionadas a vendas, de produtos ou serviços, serão de responsabilidade da empresa.

Para quem é liberado o uso do WhatsApp na indústria farmacêutica?

Como dissemos no início deste post, a liberação de integração da API só poderá ocorrer para alguns negócios da área farmacêutica, a título de exceção, inclusive. As aplicações englobam as indústrias farmacêuticas, diferentemente das farmácias, que são voltadas para o comércio.

Ainda é uma liberação que gera dúvidas sobre o que pode e o que não pode, efetivamente, no uso do WhatsApp na indústria farmacêutica. As empresas passarão por adequações e ajustes para se encaixarem aos critérios estabelecidos pelo aplicativo.

De todo modo, algumas informações são claras, como para quem está liberado a utilização do App. Assim, somente os adicionais listados abaixo poderão ter o uso voltado à comercialização dos serviços, restringindo completamente a venda de produtos farmacêuticos:

  • fabricantes farmacêuticos;
  • fabricantes de dispositivos médicos;
  • clínicas de aprimoramento e modificação corporal.

Essas verticais adicionais poderão ter atividades integradas na API para a sua utilização comercial, incluindo o uso do aplicativo WhatsApp Business. No caso de atendimento é permitido:

  • na relação entre profissionais médicos — consulta de medicamentos, solicitação de representantes, solicitação de amostra grátis, envio de convites e lembretes de eventos e conteúdos científicos;
  • na relação com o consumidor — consulta de bula, posologia, participação nos programas de medicamentos, laboratórios, dúvidas sobre medicamentos e reações adversas.

Importante: as indústrias farmacêuticas poderão oferecer e agendar consultas médicas e procedimentos via aplicativo. Entretanto, estão proibidos quaisquer tipos de vendas de produtos, sobretudo aqueles vinculados às farmácias.

Quais são as restrições impostas ao segmento?

O WhatsApp relacionou algumas restrições específicas à indústria farmacêutica. É terminantemente vedada a comercialização de drogas recreativas, sujeitas a prescrição médica ou outras drogas.

A política do aplicativo é clara: as empresas não podem vender nem promover a venda de drogas ilegais, recreativas ou sujeitas a prescrição médica. Está relacionado ainda veto aos seguintes artigos:

  • drogas, incluindo maconha e produtos à base de maconha;
  • acessórios para uso de drogas, como cachimbos e bongos;
  • drogas sujeitas a prescrição médica.

Dando continuidade à relação, mas separados por categoria, estão os produtos médicos e de saúde. Eles não são considerados drogas, mas como aparecem nos catálogos de itens disponíveis em farmácias, são considerados proibidos:

  • curativos e proteções contra lesões físicas; 
  • bombas de tirar leite materno;
  • kits para exames médicos ou doenças;
  • kits de primeiros socorros;
  • lentes de contato;
  • termômetros.

A empresa que for apanhada comercializando, via WhatsApp, qualquer um desses produtos e itens que acabamos de relacionar, poderá sofrer intervenção do aplicativo e penalização por descumprimento das regras.

Com essa novidade, o WhatsApp proporcionará mais proximidade entre as empresas da indústria farmacêutica, os consumidores e os profissionais da área, potencializando o aumento de serviços e rentabilidade do negócio.

O uso do WhatsApp na indústria farmacêutica será efetivado por integração da API. Logo, para que seja um processo adequado e alinhado com as políticas de negócios do aplicativo, é recomendável contar com o auxílio de uma empresa especializada.

Por uma plataforma digital de atendimento integrado será possível automatizar os processos e facilitar a interação com os consumidores.

Gostou do post e de saber que será possível expandir os negócios da indústria farmacêutica via WhatsApp? Aproveite então para saber como funciona a integração dos serviços de atendimento neste guia completo sobre o WhatsApp Business API!

Plataforma Escallo
Veja também:
Blog Futurotec | Conteúdos criativos e exclusivos Saiba tudo sobre governança, tecnologia, criatividade e outros assuntos do meio corporativo no nosso Blog.
Você também pode gostar

Sumário

Compartilhe

Não perca nenhuma novidade! Assine nossa newsletter.
Não mandaremos spam!
REVOLUCIONE SEU ATENDIMENTO

Sumário

Obrigado 👏🏻 por assinar 🎉 nossa newsletter! 🥳