5 dicas para melhorar a retenção de alunos na sua instituição

Retenção de Alunos
6 minutos para ler

A retenção de alunos em uma instituição de ensino é fator crucial para manter o negócio ativo e próspero. O bom atendimento e a qualidade nos serviços prestados são essenciais para criar fidelidade.

A oferta e diversidade de instituições no mercado estimulam o desenvolvimento de estratégias diferenciadas para atrair e reter o público-alvo. Embora o ensino seja a principal razão de vínculo, o valor agregado está também no acolhimento de todas as necessidades.

Se você deseja saber como melhorar a retenção de alunos na sua instituição, então está no lugar certo. Continue lendo este post, veja a importância da retenção e 5 dicas de como gerenciar bem a instituição para reter seus alunos!

A importância da retenção para uma instituição de ensino

A retenção de clientes é um desafio em qualquer segmento, mas em instituições de ensino, os gestores têm ainda mais motivos para se preocuparem em manter um número ideal de alunos e não apenas investir na captação.

Os alunos atuais são responsáveis indiretos pelo sucesso de uma instituição, considerando que se estiverem satisfeitos serão, naturalmente, promotores da marca, falando bem sobre ela para amigos e parentes.

Os laços que unem um aluno à sua instituição de ensino vão além da afinidade com os professores ou da afetividade com as amizades construídas durante o período de estudos.

Uma relação onde há confiança e respeito tende a render bons negócios, por isso, algumas ações estratégicas podem definir o perfil da gestão, a conduta da instituição e o desejo de permanência dos alunos até a conquista do diploma.

5 maneiras de fazer a retenção de alunos e garantir a eficiência da instituição

Em uma instituição de ensino, embora o foco na educação amenize a condição burocrática do vínculo, ainda assim é preciso considerar as situações que ocorrem fora das salas de aula.

Todos os departamentos são responsáveis pelo bem-estar do aluno, devendo prestar o suporte adequado para complementar o contentamento conquistado pela equipe docente, se mostrando disponíveis para qualquer tipo de pendência.

Veja 5 dicas de como trabalhar a retenção para tornar sua instituição ainda mais competitiva no mercado!

1. Esteja sempre atento a melhorias e inovações

As inovações tecnológicas são necessárias na área da educação. Na era digital, muitas escolas já oferecem atividades realizadas pela internet. É preciso acompanhar as tendências e adequar as melhorias para não perder público.

Esse cenário é válido tanto para os alunos que estão a cada dia mais conectados, quanto para os professores que precisam de maior praticidade para resolver as questões de vínculo administrativo com a instituição.

Além disso, todas as equipes que cuidam dos outros setores — atendimento, marketing, secretaria, financeiro — precisam reduzir a demanda de trabalhos manuais e aderir aos benefícios proporcionados pela automatização dos processos.

2. Disponibilize soluções para as pendências financeiras

No geral, os cursos nas instituições podem gerar mensalidades e riscos de inadimplência por parte dos alunos ou responsáveis financeiros. As dificuldades surgem de forma inesperada, por isso, é importante oferecer soluções para as pendências financeiras.

Evite a evasão, por abandono ou transferências, facilitando a quitação de débitos, seja por cartão de crédito, boleto ou refinanciamento do contrato. Na maioria dos casos, os alunos não querem deixar de concluir seus estudos, mas priorizam as despesas mais urgentes.

Saber que podem contar com a instituição ao buscar alternativas de pagamento faz com que os alunos percebam a experiência diferenciada, com base na empatia, o que é uma boa estratégia de retenção.

3. Tenha um bom relacionamento com o aluno e com a família

A educação é uma jornada em que todos que estão à volta do aluno acabam sendo impactados, sobretudo a família. Quando pai, mãe, avós e responsáveis percebem a evolução por meio do estudo, fatalmente, criam simpatia pela instituição.

Uma forma de engajamento e aumento da retenção é integrar os membros da família — visita às locações e estruturas, participação em eventos ou até mesmo das decisões, como comunidade — ao contexto acadêmico, para conhecer, inclusive, os docentes responsáveis pela formação do estudante.

Quando os alunos não arcam com a própria mensalidade, os pais ou responsáveis são determinantes na hora de escolher uma instituição de ensino. Eles são encarregados do pagamento das mensalidades, por isso, agradá-los é tão importante quanto ao próprio aluno.

O custo-benefício deve estar presente não apenas no aprendizado, mas em toda a instituição. O convite para conhecer e acompanhar de perto o funcionamento escolar é uma maneira de mostrar onde é aplicado o investimento.

4. Tenha um setor de atendimento eficiente

Um atendimento ágil, preciso e voltado para soluções tem efeito positivo na retenção de alunos. Para assegurar um bom fluxo das demandas solicitadas é importante ter uma central de atendimento multicanal.

Por ela será possível atender a todos os perfis de alunos. Desde os que preferem falar ao telefone, até os que se sentem mais confortáveis por ferramentas como o WhatsApp ou Chat web. Por todos esses canais serão feitas as filtragens e distribuições das demandas para os departamentos responsáveis.

Além de reduzir as filas de espera, em muitos casos os alunos não precisarão esperar para falar com um atendente humano. No período de matrículas, por exemplo, em que a central fica sobrecarregada, é possível priorizar as chamadas automatizando os serviços que não precisam de atendentes.

5. Trabalhe a retenção nos primeiros contatos

Enfatizando o atendimento como um dos principais trunfos de retenção, já no primeiro contato é importante que o potencial ou futuro aluno sinta segurança e encantamento ao solicitar informações diversas sobre a instituição.

Os questionamentos são frequentes e os atendentes devem estar preparados para responder prontamente ou direcionar as chamadas para o departamento correto. No caso do autoatendimento é essencial que as opções de respostas englobem as principais dúvidas.

Seja no atendimento telefônico, digital ou presencial, a atenção e a disponibilidade para explicar em detalhes sobre a estrutura, o cronograma de aulas, o grupo de docentes e os processos administrativos mostram o cuidado da instituição em mensagens subliminares de retenção desde o início.

Sabemos que a retenção de alunos não é algo fácil, mas com boas estratégias de atendimento e serviços de qualidade, alinhados ao uso de ferramentas com funcionalidades de otimização, é possível sobressair à concorrência do mercado.

Gostou do post? Aproveite a visita em nosso blog para conhecer os benefícios do atendimento automatizado na área da educação. Saiba como revolucionar a sua instituição ao oferecer a diversidade multicanal!

Você também pode gostar

Deixe um comentário