Aprenda agora o que não fazer no atendimento ao cliente

O que não fazer no atendimento
6 minutos para ler

Mais do que ações de encantamento e fidelização, é preciso ter ciência do que não fazer no atendimento ao cliente. De nada adianta investir em estratégias para oferecer uma boa experiência, se em algum momento o serviço apresentar erros e inconsistências. 

O atendimento é uma importante ferramenta para a fidelização de clientes, portanto, os profissionais devem evitar falhas que comprometam a confiabilidade do relacionamento — clientes se tornam promotores da marca quando se sentem seguros e satisfeitos com a empresa. 

O objetivo deste post é falar sobre a importância da qualidade no atendimento. Em seguida, veja o que não fazer no atendimento ao cliente para garantir a preferência e a fidelização do seu público!

Por que é importante investir na qualidade do atendimento?

A qualidade no atendimento remete à excelência, encantamento e satisfação do cliente. Uma experiência agradável e diferenciada ajuda a desenvolver um sentimento positivo no cliente em relação aos serviços prestados pela empresa. 

No geral, a fidelização acontece quando uma empresa consegue corresponder, ou até superar, as expectativas mais complexas dos seus clientes. Por isso, é essencial ter uma equipe preparada e empenhada em não cometer falhas que possam desestimular esse cenário. 

Além de pensar na atração de novos clientes, você precisa investir na criação de estratégias que envolvem os processos e as pessoas, no intuito de reter aqueles que já se relacionam com a sua empresa e geram crescimento para o seu negócio.

O que não fazer no atendimento ao cliente?

Mesmo criando diversas ações para causar um bom impacto, basta um erro para que todos os elogios se transformem em reclamações e descontentamento. Se você não deseja perder seus clientes por mau atendimento, é crucial se prevenir e tomar providências. 

Existem condutas no setor de atendimento ao cliente que, claramente, terão uma repercussão negativa e risco de perda do público. Portanto, se você não deseja engrossar a estatística das empresas malsucedidas por falta de qualidade no atendimento, esteja atento a esses possíveis erros.

Trouxemos algumas dicas, que você pode seguir junto com a sua equipe, do que não fazer no atendimento ao cliente!

Tratar o cliente sem personalização

Em quase todos os segmentos, a concorrência acirrada exige métodos diferenciados de atendimento. Isso quer dizer que o tratamento personalizado é um dos pontos altos e pode fazer com que o cliente pense duas vezes antes de procurar o seu concorrente. 

Deixar de oferecer personalização é um erro, uma vez que, seja pela recorrência ou pela recomendação de alguém que teve uma experiência positiva, seu público procura a empresa e espera singularidade no tratamento.

Não ter conhecimento sobre o produto ou serviço

Treine sua equipe não apenas para realizar um bom atendimento, mas conhecer por completo o objeto alvo do negócio. É preciso ter habilidade para fornecer todas as informações e sanar as dúvidas dos clientes sobre os produtos e serviços. 

A falta de conhecimento leva à insegurança, sobretudo, diante de um cliente insatisfeito — o atendimento será inseguro e deficiente, uma vez que o atendente não terá argumentos claros e suficientes.

Dizer mentiras

Jamais permita um atendimento baseado em mentiras, pois a tentativa de ludibriar um cliente pode acabar com a reputação e credibilidade da sua empresa. Não é nada fácil conquistar a confiança de um cliente, entretanto, perdê-la por mentiras é como assinar uma sentença que dificilmente será revogada. 

Não permita que sua equipe faça promessas que não serão cumpridas ou repassem informações inverídicas. O atendimento é a principal fonte de consulta de um cliente e, por isso, deve inspirar verdade e segurança.

Menosprezar o cliente ou tratá-lo com frieza

A cordialidade, a empatia e a presteza, são atributos imprescindíveis em uma equipe de atendimento. No atendimento à distância, são as palavras, o tom de voz e os esforços para solucionar um problema, que demonstram o quanto a empresa se importa com seus clientes.

Por isso, um atendimento frio e distante tende a afastar um cliente, antes mesmo que ele comece a sentir algum tipo de afetividade e compromisso pela empresa. Mais uma vez, treine sua equipe para se colocar no lugar de quem está do outro lado para compreender e dimensionar seu problema de uma forma única e personalizada.

Não tentar encantá-lo a cada ligação

Imagine que você é o cliente, o que fará você se fidelizar a uma empresa? Sabendo que existem concorrentes que oferecem os mesmos produtos ou serviços, o que mais o motivaria a fazer negócios?

O encantamento é, sem dúvidas, um dos aspectos que fazem com que um cliente deixe de olhar para os lados e se mantenha fiel a uma empresa. O cliente deve ser conquistado todos os dias, a cada ligação e interação, caso contrário, o concorrente fará isso por você. 

Demorar muito para atender

As filas de espera são razões suficientes para um cliente buscar alternativas mais ágeis no mercado. A má notícia é que, fatalmente, ele encontrará empresas inteligentes, que já investem em sistemas multicanais para promover um atendimento prático e rápido.

A demora no atendimento pode sugerir diversas deficiências no atendimento ao cliente — equipe desengajada e descomprometida, precariedade no sistema de atendimento, má gestão — que precisam de atualização e melhoria imediatas.  

Não ter seriedade no atendimento

Postura e seriedade é o que torna tanto um atendente quanto uma equipe de atendimento, um time de sucesso. Nossa dica extra é que é inadmissível ter uma postura de deboche e zombaria em relação a um cliente, logo após o atendimento.

A falta de ética e empatia nesse tipo de comportamento, cedo ou tarde, afetará a credibilidade individual e coletiva, colocando também em xeque a idoneidade da empresa por manter, em seu quadro, pessoas com uma conduta inadequada.

Uma gestão visionária e participativa sabe que precisa acompanhar e monitorar continuamente a equipe de atendimento, para fazer intervenções sempre que perceber desvios de conduta ou elementos que interfiram na qualidade das interações com os clientes.

Dessa forma, é fundamental preparar toda a empresa, entre atendentes e gestores, para colocar o cliente no centro do negócio. Os primeiros passos estão em saber exatamente o que não fazer no atendimento ao cliente — seguindo as nossas dicas, as chances de êxito são reais e significativas!

Se você gostou deste post e deseja cada vez mais promover uma experiência encantadora para o seu público, descubra agora mesmo como lidar com as reclamações de clientes e evitar problemas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário