O perfil do consumidor em 2022 já começa a ser traçado

7 minutos para ler

O ano ainda não acabou, mas o perfil do consumidor em 2022 já está na pauta de discussões de muitas empresas para a criação de estratégias de atração e fidelização. De acordo com uma pesquisa realizada pela WGSN, o comportamento do consumidor mudou em função da pandemia provocada pela Covid-19.

Acredita-se que dentro de um perfil global de consumo, características distintas definirão o modo de interação e relacionamento com o público. É imprescindível, portanto, que as empresas estejam atentas a essas mudanças para adequar o atendimento ao cliente.

O objetivo deste post é refletir sobre as tendências futuras e ajudar você a preparar sua empresa para o novo perfil do consumidor em 2022.

Continue lendo para conhecer os perfis propostos pela pesquisa e, assim, ter embasamento para investir em um atendimento de qualidade para todos os públicos!

Como será o perfil do consumidor em 2022?

A WGSN (Worth Global Style Network) é uma empresa de previsão de tendências e comportamento de consumo dos mais variados públicos. A pesquisa, realizada em 2020, já previa mudanças significativas dentro do prazo de uma década.

No entanto, o cenário de pandemia alterou a forma como as pessoas passaram a se relacionar com as marcas. A necessidade de distanciamento para atender às orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) causou um estado de profunda conectividade, mais cedo do que era previsto.

Se antes as novas gerações já interagiam com as empresas no ambiente virtual, até mesmo os públicos tradicionais, entre eles os 50+ e a população idosa, agora elas tiveram de se adaptar a esse universo para continuar consumindo produtos e serviços.

Isso não quer dizer que o modo tradicional de atendimento será extinto, mas que é preciso se adaptar, ou seja, tornar o atendimento híbrido, incluir estratégias omnichannel e as soluções multicanais para ampliar os meios de contato — falaremos mais adiante.

O consumidor, que já estava exigente, vem alterando ainda mais o comportamento e os hábitos, considerando mais as novidades e inovações antes de tomar uma decisão de compra — o acesso às informações e maior alcance aos produtos e serviços possibilita melhor análise antes da escolha.

Por isso, as empresas devem ficar de olho no que vem pela frente para se anteciparem com campanhas e ofertas de uma experiência diferenciada. É crucial conhecer os perfis do futuro e compreender o que as pessoas vão consumir para criar produtos e desenvolver serviços com melhor direcionamento de compra.

Quais são as tendências de perfis e características para o próximo ano?

Ainda conforme a pesquisa, ao misturar a análise demográfica — quem é o seu cliente — e dados psicográficos — por que ele está comprando — foi possível definir três grupos potenciais de consumidores que vão assumir a ponta do impulsionamento de vendas e engajamento em 2022.

Trouxemos as informações mais relevantes de cada um desses grupos para ajudar você a visualizar onde sua empresa se encaixa e quais são as ações a serem tomadas para sair à frente na competitividade do mercado!

Novos otimistas

Consumidores que, em meio a tanta tragédia, falta de esperança e conflitos internos por impotência diante de um vírus letal, silencioso e invisível, estarão em 2022 mais abertos e sedentos por momentos de alegria.

Comunitários

Para esse tipo de consumidor, pertencer a uma comunidade e voltar à rotina de trabalho e compartilhamento com outras pessoas ajudará a redefinir um perfil regionalizado e centrado nas características e aspectos de uma localidade.

Estabilizadores

Embora exigentes, os estabilizadores darão prioridade a um relacionamento transparente com as marcas, simplificando as ações de compras. Haverá mais equilíbrio durante a jornada de compra, considerando que após a tempestade provocada pela pandemia, o novo momento seja de paz e tranquilidade.

Apesar de diferentes em seus conceitos, a similaridade entre esses grupos em 2022 vai além da conectividade digital e do uso de soluções automatizadas e tecnológicas. A interação humana, mesmo que por meio virtual, terá um protagonismo maior, a julgar pelos sentimentos experimentados dentro de toda essa mudança.

Esses sentimentos foram segmentados durante a pesquisa, trazendo elementos que podem ser usados na hora de traçar o melhor caminho de abordagem, interação e atendimento aos públicos diversos, visando a conversão de clientes:

  • otimismo radical — a negatividade será deixada de lado para dar lugar a sensações mais agradáveis, o que pode ser um viés de conduta da empresa, promovendo ações para deixar o consumidor feliz e satisfeito;
  • dessincronização social — em busca de rotina e estabilidade, o consumidor vai desejar estar em sintonia com o meio, uma abertura para melhor posicionamento da marca dentro do segmento;
  • resiliência equitativa — sentimentos autênticos e busca pelo controle e aceitação emocional. Esses são fatores para levar em consideração na análise do perfil dos consumidores e o comportamento de compra;
  • medo — as incertezas farão de 2022 um ano também de medo sobre as mudanças, questões financeiras, ambientais e sociais, o que requer uma análise minuciosa sobre o que sua empresa pode oferecer para melhorar esse sentimento.

Como preparar o seu atendimento para essas mudanças?

Todo o período de pandemia tem causado um cenário de indefinição sobre o futuro, especialmente em relação à condição individual dos consumidores. Cada um assume em seu meio suas dificuldades e temores diante daquilo que não tem, ainda, controle definitivo.

No entanto, as previsões e tendências são baseadas nas ocorrências existentes — conectividade alta, pedidos on-line, entregas em tempo recorde, integração entre unidades, trabalho home office, funcionamento full time.

O perfil do consumidor em 2022 será uma continuidade melhorada do que já se esperava para os próximos anos. A pandemia tratou de acelerar o processo de mudança e canalizar os esforços das empresas para ir além da excelência dos seus produtos e serviços.

Portanto, as ações estratégicas devem se concentrar em proporcionar aos consumidores e clientes uma experiência encantadora, capaz de diferenciar sua empresa das demais concorrentes no mercado.

Da estratégia omnichannel à implementação do atendimento híbrido, é preciso recorrer a ferramentas que permitam a integração padronizada e personalizada, ainda que por meios diferentes.

Assim, uma plataforma multicanal pode ser exatamente a alternativa que você precisa para impulsionar seu negócio no futuro. O atendimento, presencial e on-line, será a principal fonte de intermediação entre o público e a sua marca.

Por meio de contato diversos, como chat web, WhatsApp, redes sociais, central telefônica ou e-mail, mostrar disponibilidade de atendimento em tempo integral fará sua empresa caminhar passos largos à frente.

O atendimento multicanal não é só uma solução para atender diversos e diferentes públicos ao mesmo tempo, mas a oportunidade de se conectar antecipadamente com o perfil do consumidor em 2022 e absorver as principais características de cada grupo formado na pesquisa, a fim de assegurar a excelência do atendimento por qualquer canal que o consumidor escolher para ser atendido.

Gostou do post? Que tal aproveitar a visita e saber se sua empresa está preparada para atender o consumidor 5.0, aquele de perfil altamente tecnológico, digital e exigente, que não decidirá uma compra tão facilmente?

Nas nossas redes sociais tem mais conteúdo para você se atualizar!  FacebookInstagramLinkedInYouTube e WhatsApp 

Você também pode gostar

Deixe um comentário